Fim da Nova Republica: A Lava Jato expõe a verdadeira face da classe política brasileira

585 0
585 0

caioPor Caio Pimenta

Bacharelando em Direito

Colunista do NewsInfoco

Tristeza, decepção, repulsa… Essas são as palavras e sentimentos, publicáveis, que grande parte do povo brasileiro sente neste momento. A que lado olhar? Que caminhos seguir? Esquerda, direita, centro, conservador, progressista, liberal, socialista?! Todas as ideologias foram maculadas por tristes interpretes da política brasileira.

O que dizer de um país cujo moral dos poderes Executivo e Legislativo beiram o chão?! O que dizer de um país que deposita toda sua confiança no poder judiciário?! Justamente ele, o primo pobre dos três poderes. A Operação Lava Jato está expondo a verdadeira face da classe política brasileira e não é nada bonita.

Vazamento de delações e gravações mostram o que os políticos e poderosos falam pelas costas do povo. Os termos sujos e baixos demonstrados nos áudios vazados, mais parece conversa de quadrilhas, de bandidos, do que conversa entre políticos. “Ah, a culpa é da mídia golpista”, dizem alguns. “Ah, a culpa é dos esquerdistas que querem impor o Comunismo do Brasil”, dizem outros. E assim vai o povo se dividindo e se enganando. No auge da estupidez e da ignorância, se esquecem que nesse momento não existe vilões e mocinhos, existem sim os dois lados (governo e oposição) no mesmo barco.

Aqueles a quem devemos nossa transição para a democracia são esses que aí estão. Aqueles que fizeram a Constituição, muitas leis vigentes, aqueles que resolveram o problema da hiperinflação, que implantaram os programas de transferência de renda, a esmagadora maioria deles está sendo acusada de envolvimento na Lava Jato.

São a esses mesmos políticos que hoje criticamos pelos seus envolvimentos em atos ilícitos, que devemos nossa democracia e os avanços dos últimos 27 anos. Que paradoxo. Para muitos, isso é motivo para que deixemos para lá. “Ele é bom. Ele participou desses esquemas de corrupção, porque não teve jeito. Ele ajudou os pobres, o povo. Ele só fez isso (roubar), porque todo mundo faz”, dizem muitos partidos, políticos e simpatizantes. Querem que o povo aceite que “roubar” faz parte do jogo, que fazer esquemas espúrios fazem parte do jogo. O que pensam que o povo é?! Imbecis?! Idiotas?!

Olho para Operação Lava Jato e me orgulho dos resultados até aqui obtidos. São ricos, políticos sendo detidos, mesmo que temporariamente, mas a verdade aos poucos aparecendo. Mas o problema é: Sim, e depois? E o recomeço? Que partido, quais políticos, quais lideres assumirão o controle do país?! Não vemos nomes.

Façamos uma reflexão. É preciso que novos lideres apareçam. Líderes que verdadeiramente desprezem esse status quo da política. O desmonte da classe política que a Operação Lava Jato irá promover de nada adiantará se aqueles que alçarem aos mais altos postos do poder forem da mesma estirpe destes que aí estão.

É preciso dar um basta! É preciso dar um basta nesses que sempre se apoiaram na divisão do país, no “Nós contra eles”. É preciso dar um basta naqueles que sempre disseminaram o ódio, a aleivosia e a truculência. Precisamos dar um basta nos inflexíveis, nos falto de caráter, nos trambiqueiros. Precisamos dar um basta nesses enganadores. Precisamos de um Brasil novo, mas precisamos acreditar neste país novo. É preciso ter fé na mudança.

Sei que hoje as indagações são maiores que as certezas, meu texto por si só já expões isso, mas precisamos buscar as respostas. Precisamos estudar o passado, ver o presente e construir um novo futuro. Termino deixando aqui uma frase de Chico Xavier que diz  “Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim.”.  É hora de recomeçarmos.

Compartilhe
In this article

Join the Conversation

+
+