A Conquista e a Derrota – Por Lázaro Machado

873 2
873 2

IMG-20160723-WA0007Lázaro Machado de Carvalho, 25 anos, filho de Edineide Machado de Carvalho, natural do Pé de Serra: Uibaí-BA. Apaixonado por Literatura e Artes, participou de vários recitais no Grêmio Cultural Voz do Povo – Uibaí-BA, além de compor e recitar diversos poemas de sua autoria e de autores brasileiros. Atualmente, cursa Direito na Faculdade Regional da Bahia – UNIRB em Alagoinhas-BA. Alguns poemas de sua autoria: Amizade; Mais que um Amor uma Utopia; Dias efêmeros do Pobre, entre tantos outros.

A CONQUISTA E A DERROTA

 

Querer? Não é o mesmo que ter!

Falar? É mais fácil que fazer!

Conquistar? É testar e testar limites!

Calar? É se subordinar a monotonia!

 

Me falaram em mudança um dia!

Eu aceitei em aderir ao convite.

Na teoria sabiam fazer, na prática só dizer,

A monotonia do falar e não fazer!

 

Fizeram nada que um dia falaram!

Disseram nada que um dia disseram!

Quiseram nada que um dia quiseram!

 

Um dia precisaram se reeleger! Voltaram!

O povo não ajudou! Perderam!

Falaram, disseram, voltaram e perderam!

Compartilhe
In this article

Join the Conversation

2 comments

  1. Alex Alecrim Responder

    Abusando do CTRL C + CTRL V: “Onde estão os caras”?!
    https://www.youtube.com/watch?v=0q43WwNBGMU

    1. Lázaro Machado de Carvalho Responder

      A musica “Onde estão os caras”, tem tudo a ver com esse poema meu amigo, Alex Alecrim. Um grande abraço!!

+
+