Alucinações de um nordestino – Por Lázaro Machado

511 1
511 1

lazaro 2Lázaro Machado de Carvalho, 25 anos, filho de Edineide Machado de Carvalho, natural do Pé de Serra: Uibaí-BA. Apaixonado por Literatura e Artes, participou de vários recitais no Grêmio Cultural Voz do Povo – Uibaí-BA, além de compor e recitar diversos poemas de sua autoria e de autores brasileiros. Atualmente, cursa Direito na Faculdade Regional da Bahia – UNIRB em Alagoinhas-BA. Alguns poemas de sua autoria: Amizade; Mais que um Amor uma Utopia; Dias efêmeros do Pobre, entre tantos outros.

Alucinações de um nordestino

Quando eu pensei naquela hora,

Que amanhã estaria firme,

Minutos após, me veio uma surpresa:

O aviso da morte ou o fim da ilusão?

 

Confesso que não me vi naquela hora!

Logo lembranças de outrora, que não me parecem firmes,

Me torturando e causando surpresas,

Acordei e tudo não passava de ilusão.

 

Até o acordar, era uma ilusão!

Continuam constantes os flashbacks no meu dia a dia,

Constantes e inexplicáveis como uma visão.

 

Pensamentos inseguros, esperando uma sanção,

Cada vez mais constantes no meu dia,

Conscientes sobre a inconsciência da visão.

Compartilhe
In this article

Join the Conversation

1 comment

  1. Virtual Private Servers Responder

    Ele e um jovem rapaz da mais pura inocencia que, apos 7 anos trabalhando em uma fazenda, e mandado de volta a casa de sua mae e durante o caminho passa por diversas situacoes que lhe trazem bons aprendizados.

+
+