Salvador: Operação retira oito mil metros cúbicos de resíduos em canal na Av. ACM

304 0
304 0

Como forma de evitar o surgimento de pontos de alagamentos na cidade, a Secretaria Municipal de Manutenção (Seman) intensifica a operação de limpeza de rios, canais e córregos em Salvador. A atividade integra as ações preventivas deflagradas pela Prefeitura para o período chuvoso, apesar de ocorrer de forma rotineira. Desde o dia 24 de março, a Seman executa o serviço de desobstrução e limpeza do canal da Avenida Antônio Carlos Magalhães, no sentido Lucaia, onde já foram removidos oito mil metros cúbicos de lixos e expurgos. O canal mede 1.700 metros e, até esta terça (4), já foram limpos 1.400 metros.

O serviço não tem prazo determinado para terminar, de acordo com a Seman. No procedimento, é realizada a limpeza mecanizada com escavadeiras hidráulicas, além da manual, dentro das galerias. A parte manual conta com a mão de obra de 13 homens; já a mecânica é feita com uma escavadeira hidráulica de braço estendido, uma escavadeira hidráulica de braço normal e caçambas para retirada do material/expurgo.

O lixo é, em grande parte, composto por lama, mato e terra. Mas não é raro encontrar objetos inservíveis e móveis, a exemplos de toras de madeira, sofá, pneu, geladeira, fogão, bicicleta, colchão. Em Salvador, existem 198 canais cadastrados na pasta da manutenção. A recomendação é que população evite jogar lixo em locais inadequados e próximo à rede de drenagem, pois, geralmente, os alagamentos são provenientes do acúmulo dos dejetos, responsáveis por entupir a rede drenagem.

As ações de revisão, recuperação e mantenimento do sistema da rede de drenagem são atividades permanentes da Secretaria de Manutenção, sejam elas pluviais ou fluviais. Neste ano, 22 canais em localidades distintas de Salvador, incluindo o da ACM, passaram pelo procedimento de limpeza:  Periperi (3), São Rafael (1), Paralela (2), Barris (1), Paripe (2), Plataforma (1), Tancredo Neves (1), Itapuã (1), Valéria (1), Vista Alegre (1), Bairro da Paz (1), Canela (1), Pernambués (1), Castelo Branco (1), Boa Vista de São Caetano (1), Rio Sena (1), Coutos (1).

Fonte:Secom-Salvador
Compartilhe
In this article

Join the Conversation

+
+