Prefeitos e ex-prefeitos se reunem para discutir as administrações petistas na Bahia

100 0
100 0

“Ser prefeito de Alagoinhas foi uma das experiências mais engrandecedoras da minha história porque conseguimos fazer uma revolução na gestão municipal. Pegamos a prefeitura no caos e a reerguemos, tornado-a respeitada e preparada para servir ao seu povo”. Foi desta forma que o deputado estadual Joseildo Ramos (PT) se referiu à sua vivência no comando do executivo do município durante o debate sobre “O modo petista de governar”, realizado na última quinta-feira (9), na Faculdade de Arquitetura da UFBA, em Salvador. 

Junto com o parlamentar, a atual prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho; o prefeito de Conceição de Coité, Francisco de Assis; e o ex-prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes, também falaram das experiências de suas gestões e enfatizaram ações de sucesso que atendem ao projeto petista. Todos ressaltaram o orgulho em fazer parte do PT e reconheceram a necessidade de auto-crítica e reflexões para, como disse Menezes, “o projeto não morrer, porque não existe nada no país nem parecido com a maneira inclusiva e revolucionária de pensar e atuar como o projeto do Partido dos Trabalhadores”.

Segundo Joseildo, o grande destaque no modo petista de governar está no “companheirismo”. “Quando iniciei como prefeito de Alagoinhas, em 2000, encontrei apoio com os amigos políticos que me passaram suas experiências, as quais apliquei no município e deram muito certo, a exemplo do orçamento participativo e a relação mais próxima com a sociedade e com os segmentos que movimentavam a economia da região”. O parlamentar ainda destacou que, de acordo com a ideologia do partido, criou projetos que interessavam diretamente à população, o que facilitava a aprovação na Câmara, mesmo tendo maioria oposicionista.

“Ao longo dos oito anos enviamos para a Câmara 86 projetos e, mesmo com minoria, aprovamos 84 deles. Isso porque nós envolvíamos a população no processo, apresentando e negociando para que eles próprios fizessem pressão para a aprovação. Tínhamos o povo do nosso lado, éramos parceiros”, afirmou.

Outras experiências

Prefeita de Lauro de Freitas pela terceira vez, Moema ressaltou que muitas ações realizadas em seu mandato, que foram fundamentais no combate à desigualdade social, são consequências de iniciativas dos governos de Lula e Dilma, que valorizaram o combate à fome no país com um dos pilares de suas gestões. “Seguindo o modo petista de governar, que se difere dos outros por incluir as pessoas para construírem juntos, envolvemos a população nas políticas públicas e democratizamos as ações por meio dos Conselhos Municipais. E foi exatamente por conta desse modo de governar que sofremos um golpe”, disse.

Ainda defendendo a bandeira petista e a sua preocupação com o social, Assis, prefeito de Conceição de Coité, arrancou aplausos da plateia ao apresentar os resultados conquistados sob a sua gestão. “Governo seguindo o projeto petista de inclusão. Dentre os diversos avanços, destaco a escola por tempo integral e o projeto do Centro de Qualificação Coiteense, que já formou 1.800 pessoas em vários cursos e vem trazendo grandes perspectivas para nossa população. É importante apostar na inteligência e no discernimento das pessoas”.

fonte: Ascom dep. Joseildo Ramos

 

Compartilhe
In this article

Join the Conversation

+
+