Estudantes participam com otimismo da primeira etapa de provas do ENEM

24 0
24 0

Os estudantes da rede estadual fizeram, neste domingo (5), as primeiras provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), concorrendo com um total de 6.731.202 milhões de inscritos em todo o país, sendo destes 490.233 inscritos na Bahia, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), responsável pela aplicação do exame. Os alunos da rede, que se prepararam durante todo o ano letivo para alcançar uma pontuação favorável ao seu ingresso no Ensino Superior, demonstraram confiança mas, ao mesmo tempo, não esconderam a ansiedade. Como este ano a aplicação das provas se dará em dois domingos consecutivos (extinguindo o sábado), os estudantes voltam a fazer provas do ENEM no dia 12/11.

A Secretaria organizou uma logística de transporte escolar para garantir o deslocamento dos estudantes que não moram em cidades onde foram realizadas as provas, para garantir a participação no Enem. Neste domingo, foram aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e Redação,  com tempo de duração de 5h30 para os candidatos realizarem. Já no dia 12, serão as provas de Matemática e Ciências da Natureza, com duração de 4h30. Para a estudante  Nicole Azevedo, 18, que concluiu o 3º ano do Ensino Médio este ano, no Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira, na Paralela, o primeiro dia do ENEM corresponde às áreas com as quais tem mais facilidade: História e Geografia. “Estou ansiosa, mas muito esperançosa em cursar uma faculdade de Gastronomia, que é o meu sonho. Não sou muito boa em Matemática, mas espero que no próximo domingo eu me saia bem o suficiente para alcançar os pontos necessários”, contou a aluna, que fez a prova do ENEM no Colégio Estadual Helena Mateus, em São Cristovão.

A estudante Ludmila Santos, 17, também ex-aluna do Colégio Aplicação, onde finalizou, este ano, o 3º ano do Ensino Médio, cumpriu, neste domingo, a primeira etapa do ENEM no Colégio Estadual Maurício de Nassau, em Lauro de Freitas. “Estou pleiteando uma vaga na área da Saúde: Fisioterapia ou Odontologia. Como o meu forte é Geografia e História, além de Biologia, penso que me dei bem nas provas de hoje. Minha preocupação é com Matemática, no próximo domingo. Mas estou acreditando que terei chances”, revelou.

Este ano, o Ministério da Educação (MEC) decidiu personalizar os cadernos de prova do Enem com o nome completo do candidato e o seu número de inscrição, junto com o respectivo cartão-resposta, visando aumentar a segurança do exame. Os estudantes, em geral, aprovaram a mudança. “Eu achei uma ótima ideia porque haverá um maior controle dos organizadores do ENEM, evitando fraudes ou extravios de cadernos de prova”, opinou Nicole Azevedo. A colega Ludmila Santos também considerou positiva a ação: “Muito boa a iniciativa porque, além de evitar roubos, o candidato não corre o risco de rasurar o cartão ao escrever o seu nome. Uma preocupação a menos para quem já está ali no limite da ansiedade”.

Fonte:SEDUC-BA
Compartilhe
In this article

Join the Conversation

+
+