Recadastramento do transporte com critério incomum preocupa estudantes universitários de Esplanada

21 0
21 0

Uma nota divulgada esta semana pela prefeitura de Esplanada está causando estranheza aos estudantes universitários que utilizam o transporte gratuito para Alagoinhas, isso por que, um comprovante não solicitado em anos anteriores entrou como obrigatório na lista de documentos exigidos pelos responsáveis pelo recadastramento dos beneficiários do serviço.

A reportagem do Esplanada News foi informada que além dos documentos normalmente exigidos para o estudante realizar o cadastro como CPF, RG, título de eleitor e comprovante de residência, entrou também a frequência mensal do aluno no respectivo estabelecimento de ensino. O problema é que a solicitação desse tipo de documento neste período do ano é inviável para os estudantes, já que as universidades estão em recesso e não estão liberando tal comprovante. 

Ainda segundo estudantes a nota causa dúvida, pois não especifica que frequência é essa, se é a frequência do aluno no transporte, que de acordo com informações nunca existiu, ou se é a frequência da universidade, que também não é possível de se obter dentro do período de recadastramento.

O prazo de recadastramento estipulado é de 11 a 18 de Janeiro e se o aluno não apresentar essa tal frequência estará correndo o risco de ser desligado automaticamente da lista de beneficiários. 

Um dos alunos relatou que chegou a indagar sobre o assunto a pessoas ligadas ao recadastramento, entretanto, não obteve resposta até o momento. Como muitos desses alunos ainda não tem conhecimento da situação, cabe agora esperar até o dia 11 para saber se alguém apresentará algum tipo de frequência, podendo assim orientar os outros que não entenderam o novo critério. 

Segundo a gestão, a apresentação da frequência mensal e desligamento automático do beneficiário, está em conformidade com o Art. 8 da lei municipal 799/14. 

Fonte:Esplanadanews
Compartilhe
In this article

Join the Conversation

+
+