Combustíveis mais caros? Veja 5 dicas para deixar seu carro econômico

52 0
52 0

Um levantamento publicado pela gestora de frota Ticket Log aponta que o preço do combustível aumentou, em média, 4,8% na região sudeste, entre os meses de novembro e dezembro de 2017. Conforme os dados, o Rio de Janeiro segue como o Estado que apresenta os combustíveis mais caros da região. Espírito Santo, por sua vez, teve a maior variação de preços para o etanol. São Paulo continua sendo o Estado mais barato para abastecer na região. Foram levantados os dados de mais de 36 mil postos, onde o preço da gasolina esteve na média dos R$ 3,99 em dezembro. O etanol já atinge valores de R$ 2,78, enquanto diesel teve uma pequena queda para R$ 3,29. Com um cenário desse, o consumo de combustível passa a ser determinante.

O jeito é fazer o possível e o impossível para melhorar o consumo e fazer as contas fechem ao fim do mês. Mas saiba que nem tudo está perdido. A reportagem do iG Carros lista cinco dicas que podem ajudar a manter uma distância um pouco mais segura do frentista.

1 – Evite o pé-de-chumbo

Acelerador: vá com calma na saída do semáforo, sem reações bruscas e pisando de leve no acelerador
Divulgação

Acelerador: vá com calma na saída do semáforo, sem reações bruscas e pisando de leve no acelerador

O consumo é mais elevado na primeira marcha, que deve ser usada apenas para vencer a inércia, ou rodar em trechos muito íngrimes. Não há motivos para sair acelerando forte na saída do semáforo. E isso não significa que você estará empacando o trânsito. Com o movimento da aceleração, perceba a hora certa de trocar de marcha. Faça tudo suavemente, executando a troca de maneira progressiva, com cuidado para não deixar subir demais o ponteiro do contagiros. 

Mesmo em veículos com câmbio automático, o segredo é não pisar forte no acelerador. Alguns carros manuais, como Fiat Argo e Volkswagen Polo, indicam no computador de bordo o melhor momento para executar as trocas. Com essas dicas, você poderá obter consumo igual ou superior aos dados divulgados pelas fabricantes. 

2 – A banguela não existe

Não adianta soltar o carro na ladeira em ponto morto para tentar economizar combustível. É preciso que  esteja engrenado
Divulgação

Não adianta soltar o carro na ladeira em ponto morto para tentar economizar combustível. É preciso que esteja engrenado

Esse é um termo popular, principalmente entre os motoristas mais velhos. Ao chegar numa descida, o condutor deve desengrenar o carro ao ponto morto e administrar a velocidade no freio para reduzir o consumo. Você já deve ter escutado essa história em algum lugar, mas saiba que isso é mito, uma vez que não estará economizando combustível como deveria.

Quando o carro está engatado e sem aceleração, o sistema diminui a quase zero a injeção de combustível no motor. No entanto, se o veículo estiver no ponto morto, o sistema de injeção continuará lançando combustível para manter o motor ligado. É como se o seu carro estivesse funcionando, porém, parado no semáforo. Portanto, utilize o freio motor para administrar a velocidade e deixe a inércia controlar o seu carro.

Vale lembrar: não acelere na descida. Faça o teste, caso seu carro tenha o recurso de consumo instantâneo no computador de bordo. Precisa de velocidade? Suba de marcha. Se quiser reduzir a velocidade, faça o mesmo com o câmbio. Isso poderá garantir alguns quilômetros por litro a mais para você.

3 – O computador de bordo é seu aliado

Computador de bordo pode ser determinante para garantir melhor consumo de combustível
Divulgação

Computador de bordo pode ser determinante para garantir melhor consumo de combustível

Uma coisa puxa a outra. O computador de bordo não é um instrumento decorativo no cluster do seu carro. Na verdade, ele pode ser um grande aliado. Dependendo do modelo, seu carro poderá até revelar o consumo médio e instantâneo. A central multimídia da família Sandero/Logan, bem como o Duster, traz um recurso interessante para favorecer o consumo. Trata-se de um mini-game, que dará uma nota para o motorista conforme o mesmo dirige de forma mais econômica.

Além de computador de bordo, alguns carros possuem a função do econômetro. Entre os melhores exemplos, Renault Captur e Honda HR-V trazem grafismos no cluster que ficam verdes conforme o consumo de combustível é favorecido. Portanto, vale a pena ficar atento aos recursos do próprio carro para ajudar na economia de combustível. 

4 – Defina o melhor trajeto

O computador de bordo pode ajudar a identificar o caminho que vai levar ao menor consumo de combustível possível
Divulgação

O computador de bordo pode ajudar a identificar o caminho que vai levar ao menor consumo de combustível possível

O computador de bordo também pode ajudar a fazer o levantamento de consumo médio em diversos trajetos. Você gosta de utilizar mais de uma alternativa para ir ao trabalho para cortar trânsito? Será que é um caminho mais econômico? Faça a experiência e não irá se arrepender no final do mês quando for calcular o quanto gastou de combustível.

Zere o consumo médio antes de sair de casa para o trabalho e faça um trajeto distinto. Ao fim da semana, anote os números obtidos no computador de bordo. Na semana seguinte, faça a mesma coisa em um trajeto diferente. Dessa maneira, você saberá qual é o caminho que mais favorece o consumo de combustível do seu carro. Um recurso bem legal, porém, pouco utilizado no dia-a-dia.

5 – Mantenha a manutenção em dia

Não esqueça de fazer as revisões preventivas. Elas podem te ajudar a economizar combustível
Divulgação

Não esqueça de fazer as revisões preventivas. Elas podem te ajudar a economizar combustível

Nem precisamos dizer que a calibração periódica da pressão dos pneus, conforme recomendações da fabricante, é importante para a economia de combustível. Pneus com pressão mais baixa que a ideal podem aumentar o consumo de 1% a 3%, de acordo com estudos recentes. Um filtro de ar sujo pode aumentar o consumo em até 20%. Este deve ser trocado a cada 10 mil quilômetros, ou na recomendação específica da fabricante.

Óleo vencido ou de má qualidade também pode aumentar o atrito interno das peças do motor, o que reflete diretamente no consumo de combustível. Fique atento, e mantenha a manutenção do seu carro em dia. O barato pode sair caro no futuro, pode acreditar. Siga essas dicas e economize.

Fonte:ig
Compartilhe
In this article

Join the Conversation

+
+