Após 24 horas de paralisação, médicos da rede municipal de saúde de Alagoinhas retornam às atividades

0

Após reunião entre a secretária municipal de saúde, Rosania Rabelo, e o sindicato de profissionais médicos (SINDIMED), realizada no dia de hoje(12), um acordo resultou no fim da paralisação da categoria no município de Alagoinhas que durou 24 horas. A reunião contou também com a presença da procuradoria jurídica do município e com representante da empresa Rede Saúde, que prestou serviços à prefeitura e possui pendências com os médicos, fruto da retenção de pagamento de faturas realizada pela administração municipal.

Pelo acordo, a Secretaria de Saúde se comprometeu a realizar o pagamento dos créditos pendentes junto à Rede Saúde, totalizando um montante de R$ 852.883,28. Esses valores são referentes aos contratos que incluem a prestação de serviços médicos. Além disso, a prefeitura repassou no dia de hoje o valor 187.230,70 reais para fazer face ao pagamento de 50% da parcela de janeiro, conforme acordo anterior. As outras três parcelas, destinadas a pagar o restante do valor devido, serão efetuadas em maio, respectivamente nos dias 10, 15 e 25.

Os principais motivadores da medida de greve adotada pela categoria foram justamente os atrasos salariais e a instabilidade nos contratos de gestão do trabalho médico. Com a proposta da prefeitura e a aceitação da categoria, após deliberação da assembleia, os médicos suspenderam a paralisação e retornaram as atividades.

Porém, a categoria deixou claro que permanece em estado de greve, podendo haver nova paralisação no dia 21 de maio, caso a prefeitura não cumpra o restante do acordo.

Durante a paralisação que durou 24 horas, os serviços de saúde do município como CAPS, PSFs, Policlínica e a SAMU foram afetados.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *