Após suspeitas de fraude no resultado, prefeito Joaquim Neto determina cancelamento do Concurso Público

2
Na foto o prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto(DEM)

O Concurso Público de Alagoinhas foi cancelado hoje pela manhã por ordem expressa do prefeito Joaquim Neto. A decisão foi tomada após a divulgação da lista de aprovados. De acordo com denuncias que circulam nas redes sociais, os três primeiros colocados no concurso para o cargo de assistente administrativo são ligados ao vereador da base, Juracy Nascimento, o que levantou a suspeita de favorecimento.

Segundo informações de bastidores, o prefeito teria ficado bastante irritado com os fortes indicios de fraude no resultado e o consequente favorecimento a determinados candidatos e pediu para que todos os trâmites para o cancelamento imediato do concurso fosse realizado.

Momentos depois, o governo emitiu uma nota oficial informando sobre o cancelamento do concurso. A prefeitura, por meio de nota, também informou que irá exigir da empresa ressarcimento aos cofres públicos. Acompanhe a nota na íntegra:

NOTA OFICIAL – CANCELAMENTO DO CONCURSO PÚBLICO

O MUNICÍPIO DE ALAGOINHAS, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, DECIDE CANCELAR O CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2019 ORGANIZADO PELO INSTITUTO NOSSO RUMO. A ADMINISTRAÇÃO CONCLUIU QUE HOUVE FLAGRANTE INFRINGÊNCIA DO ART. 37 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, NO QUE TANGE À ISONOMIA ENTRE OS CANDIDATOS, E SALIENTA QUE A GESTÃO PÚBLICA ESTÁ ESTRITAMENTE LIGADA AO PRINCÍPIO DA LEGALIDADE, NÃO CABENDO OUTRA DECISÃO DIFERENTE DO CANCELAMENTO DO CONCURSO.

COM A DECISÃO, A PREFEITURA REITERA O COMPROMISSO COM A LISURA DOS PROCESSOS MUNICIPAIS E A SEGURANÇA JURÍDICA DE SEUS ATOS.

A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL INFORMA AINDA QUE AS MEDIDAS CÍVEIS E CRIMINAIS CABÍVEIS, INCLUSIVE DE AJUIZAMENTO DA AÇÃO OBJETIVANDO A REPARAÇÃO AO GOVERNO ESTÃO SENDO TOMADAS.

A lisura do concurso público cancelado no dia de hoje é contestada desde o dia da aplicação da prova, onde candidatos denunciaram a falta de organização da empresa responsável pelo certame, o Instituto Nosso Rumo. Segundo eles, houve candidatos que conseguiram usar celulares para pescar na prova, além de falta de carteiras em algumas salas. Na oportunidade, eles pediram o cancelamento do concurso. ( veja aqui ). Nas redes sociais fotos de divulgação da prova e filmagens com supostas denuncias de alunos fazendo prova em grupo também causaram polêmica.

Para apurar a veracidade das denuncias, a prefeitura, por meio da secretaria municipal de administração, abriu um processo administrativo. O resultado divulgado no último dia 03 defendia todo o processo realizado pela empresa e desqualificava as denuncias apresentadas pelos candidatos e divulgada amplamente pela imprensa, inclusive por este site News Infoco. ( veja aqui )

Cinco dias após a divulgação deste parecer, a prefeitura diante de novos indícios de fraude no Concurso volta atrás e decide pelo cancelamento..

O site tentou contato com o vereador Juracy Nascimento, mas até o momento não obteve retorno.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

2 respostas para “Após suspeitas de fraude no resultado, prefeito Joaquim Neto determina cancelamento do Concurso Público”

  1. A banca não deve só ressarcir os cofres públicos, mas também todos os participantes do concurso. Os responsáveis devem ser identificados e punidos. Se há vereador envolvido, este deve ser destituído do cargo. Várias pessoas foram prejudicadas, não só financeira, mas psicologicamente. Algumas pessoas tiveram que vir de outros lugares e tiveram dispêndio. Se há a comprovação de fraude, os responsáveis devem responder criminalmente. Que tipo de país é este? Onde criminosos prejudicam várias pessoas e saem impunemente. O cancelamento não é suficiente, pois é preciso punir os que cometeram crime. É preciso que fique claro como se deu a fraude, como um vereador consegue burlar a lei e o prefeito não sabe de nada. Precisamos de respostas e punição aos praticantes de atos ilícitos. Como garantir que o próximo concurso estará isento de fraude.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *