Oposição pede para que presidente da Câmara de Alagoinhas arquive PL do empréstimo de 35 milhões

0
Na foto o vereador de Alagoinhas Thor de Ninha(PT) discursa na Câmara de Vereadores

Vereadores de oposição voltaram a criticar o projeto de lei de autoria do poder executivo que pede autorização da Câmara Municipal para contrair um empréstimo de 35 milhões de reais. Segundo a prefeitura, estes recursos serão investidos em obras de requalificação, pavimentação, drenagem e construção de equipamentos de lazer na sede do município.

Pelo projeto 57 ruas das localidades do Barreiro, Vila Marçal, Cruzeiro dos Montes, Jardim Petrolar, Baixa da Candeia, Rua do Catu, Alto da Cruz, Vale de Santa Terezinha, Centro, Santa Maria e Mangalô, serão contempladas com pavimentação asfáltica e implantação de rede de drenagem. A solicitação do empréstimo também contempla a construção de uma praça no Largo do Barreiro com equipamentos de lazer.

Na sessão desta quinta-feira(09), o vereador Darlan Lucena(Podemos) voltou a tecer fortes críticas à solicitação de empréstimo feita pelo governo municipal. Ele afirmou que dinheiro não falta à prefeitura. Ele citou a licitação do lixo, onde a Naturalle, empresa vencedora do processo, receberá 72 milhões de reais para gerir o lixo da cidade.’Quem gasta 72 milhões na licitação do lixo não precisa de empréstimo’, afirmou Darlan.

Já o vereador Thor de Ninha(PT) pediu ao presidente da Câmara, vereador Roberto Torres(PRB), que não deixasse que o projeto vingasse na Casa. A oposição há algum tempo vem pedindo ao presidente da Casa que arquive o projeto. Neste caso, a proposta não chegaria a ser votada no plenário.

O vereador Roberto Torres respondeu que espera os pareceres das comissões de orçamento e de constituição e Justiça, além de um parecer da procuradoria da própria Câmara Municipal para tomar uma decisão. Porém, Roberto revelou que tem conversado com algumas pessoas e que tem sentido uma forte rejeição popular ao empréstimo.

Cada vez mais a oposição se mostra confiante na rejeição do projeto na Casa, apesar do lider do governo, vereador Cleto da Banana, garantir que a base está unida e que se o projeto for à plenário, será aprovado.

 Por Caio Pimenta para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *