Ex-funcionários da Brespel lutam na Justiça por pagamento de verbas rescisórias

0

Ex-funcionários da Brespel reivindicam na Justiça o pagamento de verbas rescisórias devidas pela empresa. Na última quinta-feira(09) uma comissão de ex-funcionários da empresa estiveram no programa Primeira Mão, da rádio 95,7 FM, acompanhados do sindicalista e ex-vereador de Alagoinhas, Radiovaldo Costa, relatando a situação.

Mais de 150 trabalhadores que foram demitidos da Brespel há quase 2 anos reclamam que foram dispensados sem receberem as verbas rescisórias aos quais teriam direito, dentre eles 13ª salário e FGTS, e lutam na Justiça para obterem esses valores. A dívida da empresa só com verbas rescisórias devidas a esses trabalhadores chega a mais de R$30 milhões, segundo Radiovaldo.

A 1 anos e meio, a Brespel, que passa por uma crise financeira grave, arrendou a fábrica e entrou com um pedido de recuperação judicial na Justiça. O valor do arrendamento gira em torno de R$150.000,00 mensais, e segundo os trabalhadores, nenhum centavo está sendo utilizado para o pagamento de dívidas trabalhistas.

A recuperação judicial é conhecida no Direito como a reorganização econômica, administrativa e financeira de uma empresa, feita com a intermediação da Justiça, para evitar a sua falência. Pela lei, durante o processo de recuperação judicial, os créditos derivados da legislação do trabalho, limitados a 150 salários mínimos por credor, e os decorrentes de acidentes de trabalho tem prioridade no pagamento, em detrimento de outras dívidas.

Os trabalhadores exigem que esse critério seja respeitado, e que a Justiça force os proprietários da antiga Brespel a utilizarem os recursos provenientes do arrendamento para o pagamento dessas dividas trabalhistas.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *