Prefeitura de Alagoinhas apresenta nova proposta a sindicatos; assembléia de servidores discute a proposta

0
Imagem ilustrativa

Em reunião ocorrida no fim da tarde de ontem(04) e que se arrastou pela noite, a prefeitura de Alagoinhas fez uma nova proposta aos sindicatos dos servidores municipais, SINPA e SINDACS. Estes sindicatos anunciaram o inicio de uma greve nesta quarta-feira(05) por não concordarem com a primeira proposta feita pelo governo para o reajuste salarial dos servidores.

De acordo com a diretoria do SINPA, a categoria pediu um reajuste salarial de 5,75% a todos os servidores, além do reajuste para professores e pedagogos de 1,83%. Como primeira proposta a prefeitura ofereceu um reajuste de 3,75%, sendo 2,63% agora e 1,12% em seis parcelas retroativas a partir de janeiro de 2020. A categoria não aceitou e a paralisação foi anunciada.

Já na reunião de ontem, o secretario municipal de governo, Gustavo Carmo, representante da prefeitura nas negociações, disse que a prefeitura está disposta a dar o aumento de 3,75%, referente a reposição inflacionária, de imediato para todos os servidores. Em contato com o News Infoco, Gustavo afirmou que a prefeitura fez um sacrificio orçamentário grande para chegar a essa proposta. Ele lembra que o quadro econômico do país não é bom, ele cita como exemplo o governo do estado, comandado pelo PT, que não concede reajuste a seus servidores há anos.

O site News Infoco também conversou com representantes dos sindicatos e eles disseram que a nova proposta ainda está aquém do que espera a categoria. Os sindicatos não abrem mão de um aumento de ganho real nos salários de pelo menos 1,5%. Essa porcentagem se somaria a reposição inflacionária de 3,75%. O SINPA também pede melhoria no valor do auxilio alimentação.

A nova proposta da prefeitura está sendo discutida neste momento pelos sindicatos e suas respectivas categorias na Câmara Municipal de Alagoinhas. Caso a proposta da prefeitura seja aprovada, a greve acaba imediatamente.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *