Levantando debates sobre inclusão, Audiência Pública abre programação da Semana da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla

0

Levantando o tema “Nada sobre nós sem nós”, a Semana da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, em Alagoinhas, começou com uma audiência pública na Câmara de Vereadores para a promoção de debates sobre políticas pública inclusivas.

A solenidade, que reuniu vereadores, secretários, representantes de instituições, membros da esfera pública, do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e de entidades, chama a atenção da população para a importância da acessibilidade, do fortalecimento de espaços de representatividade, do exercício da cidadania e do combate ao preconceito.

“É tempo de cobrar direitos e de fazer valer os direitos que temos”, ressaltou a vice-presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Katiúscia Nonato, que aproveitou o debate para reivindicar direitos e suscitar reflexões acerca da necessidade não apenas de trazer visibilidade à luta, como de trazer perspectivas de crescimento e avanços na inclusão.

No microfone aberto ao público, Nedson Gustavo, da associação Pestalozzi, cobrou equidade também no mercado de trabalho. “O que é que as empresas precisam, que a gente bota o currículo, mas não chama o deficiente? Por que a gente faz, na Pestalozzi, muitas coisas boas, mas, quando a gente coloca o currículo, a empresa não aceita a gente? Na rua, por que o pessoal não aceita a gente como a gente é? A gente tem que aceitar o que a gente é de coração”, disse, durante o ato inaugural da Semana.

Para Lindinalva dos Santos, mãe da Thaise, de 13 anos, que estuda na APAE, “um evento assim é importante porque começa a abrir os olhos de outras pessoas, de outras instituições, trazendo visibilidade para essas questões de dificuldades, da acessibilidade, do enfrentamento que a gente passa”, salientou.

Em Alagoinhas, o debate sobre inclusão virou lei. Aprovada na gestão Joaquim Neto, a determinação de n° 2.741/2019, de autoria do vereador Luciano Almeida, institui a Semana da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla no município.

De acordo com o vereador, o intuito é trazer, para a centralidade dos espaços de fala e discussão, as pessoas com deficiência intelectual e múltipla como protagonistas de seus direitos.Segundo Jacilene Rezende, presidente da Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Alagoinhas (AMA), a lei é também uma forma de ampliar e consolidar um debate que deve ser latente.

“Todo ano a gente vai ter a Semana da Pessoa com Deficiência. Isso é muito importante para chamar a atenção da nossa comunidade. O mundo todo está aí fazendo atividades de inclusão e precisamos também nos envolver nisso em muitos setores. A AMA é uma associação de pais e amigos dos autistas de Alagoinhas. Nosso objetivo não é só atender as pessoas do espectro autista, mas também educar a sociedade de Alagoinhas para saber receber essas pessoas. Eu, como mãe, tenho minha luta, que alguns conhecem. Matheus foi diagnosticado com 3 anos, hoje ele está com 12 e, a cada ano, temos muitos avanços. Isso é muito importante: quando a gente faz um investimento na pessoa. E as instituições estão aqui para lutar por isso, lutar para que as famílias tenham condições de fazer esse investimento humano neles. Eles têm grandes potencialidades e a comunidade de Alagoinhas precisa enxergar isso. A inclusão é assim: todo mundo junto. Eu estou lutando por isso e fico feliz por estar aqui. Que possamos ter uma semana maravilhosa com todos nós nas atividades”, destacou, durante a solenidade.

A audiência marca apenas o início das atividades no município, que seguem até dia 28. A partir desta quinta-feira, estão previstas também palestras voltadas a professores da rede municipal de ensino, apresentações de teatro, caminhada, atividades internas e o “Dia D” de mobilização.

O secretário municipal de educação, Jean Afonso, que participou da audiência pública, nesta quarta-feira, afirmou que inclusão é fundamental e que, visando assegurar condições de equidade, o município tem fortalecido ações nesse sentido. O gestor da pasta de Educação lembrou que, este ano, a Prefeitura não apenas regulamentou a Lei n° 136/2019, que dispõe sobre a criação do cargo de profissional de apoio a alunos com deficiência nas escolas municipais como já empossou 25 candidatos aprovados no Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Educação (SEDUC), que estão nas salas de aula. “Precisamos e queremos fazer ainda mais. É nosso dever garantir que alunos com qualquer tipo de deficiência se desenvolvam igualmente na sua série escolar. A inclusão deve acontecer em todos os sentidos”, pontuou.

Rosimeire da Silva Souza, pedagoga e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, enfatizou que a participação do poder público é essencial e a Administração Municipal informou que a gestão está diretamente envolvida nas discussões, com foco em combater o preconceito em todas as esferas e em conquistar avanços, seja na área da saúde, na acessibilidade, na inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, seja no fortalecimento de práticas pedagógicas pautadas não apenas na educação formal, mas nos saberes múltiplos.
Além de representantes da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC), participaram também da audiência a diretora de Inclusão Social da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), Leidiane Oliveira, membros do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a presidente da APAE Alagoinhas, Júlia Maria Pereira, os vereadores Raimundo Alves (“Gode”) e Luciano Almeida, além de equipes da Pestalozzi, da AMA, das associações locais e de outras instituições.

A programação da Semana da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla segue até a próxima quarta-feira (28), quando haverá uma caminhada de mobilização com saída prevista da Praça Ruy Barbosa.

Confira a programação completa através do link: https://www.alagoinhas.ba.gov.br/index.php/nada-sobre-nos-sem-nos-confira-a-programacao-da-semana-da-pessoa-com-deficiencia-intelectual-e-multipla/.

Secom SEMAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *