Em parceria com a Prefeitura, Seminário sobre Educação Inclusiva é realizado em Alagoinhas

0

Como parte da programação da Semana da Pessoa com Deficiência, iniciada no último dia 21 de agosto, o Seminário sobre Educação Inclusiva, realizado nesta sexta-feira (23), no Centro de Cultura, reuniu educadores, coordenadores pedagógicos, gestores de escolas municipais, profissionais da Educação, técnicos, pedagogos, autoridades locais, promotores e sociedade civil, além de representantes da esfera pública e do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, para discutir avanços na inclusão, debater encaminhamentos e trazer novas perspectivas que possam ser incorporadas às salas de aula, em Alagoinhas, para combater a exclusão e promover um ensino que contemple a todos em sua prática pedagógica.

Levantando as bandeiras “Nada sobre nós sem nós” e “Todas as escolas são para todos os alunos”, o Seminário desta sexta-feira chamou a atenção para o combate ao preconceito e para a implementação de ações que contribuam para o fortalecimento de uma educação inclusiva que garanta paridade, nas escolas, de modo a assegurar, a alunos com qualquer tipo de deficiência, as mesmas condições plenas de desenvolvimento na sua série escolar que qualquer outro aluno matriculado na rede.

“A educação deve ser inclusiva. Temos alguns avanços, nesse sentido, em Alagoinhas, como a regulamentação da Lei n° 136/2019, com os profissionais de apoio a alunos com deficiência que foram empossados, este ano, pela Prefeitura, e já estão nas escolas municipais, mas sabemos que ainda existem muitos desafios. Queremos e precisamos fazer mais. É nosso dever garantir que alunos com qualquer tipo de deficiência se desenvolvam igualmente na sua série escolar”, ressaltou o secretário municipal de educação, Jean Afonso, que participou do Seminário.

A abertura do evento ficou por conta da Promotora de Justiça Andrea Borges, que iniciou o diálogo aberto ao público após apresentações culturais de alunos da Pestalozzi e da APAE Alagoinhas. Em seguida, a também Promotora de Justiça Cintia Guanaes ministrou uma palestra sobre “Inclusão: desafios e possibilidades”. E a pedagoga Edna da Costa Santana levou ao debate dicas para que educadores possam incorporar, à metodologia aplicada, dinâmicas, práticas e abordagens que estimulem esses alunos em sala de aula, potencializando seu desenvolvimento. Com o tema “Tenho um educando com deficiência, e agora?”, ela suscitou reflexões, propôs formas de integração e falou sobre a importância da inclusão.

A iniciativa do Seminário partiu de uma parceria entre Ministério Público e Secretaria Municipal de Educação (SEDUC). Também participaram do debate, nesta sexta-feira, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Rosemeire Silva, e o vereador Luciano Almeida.A programação da Semana da Pessoa com Deficiência continua neste sábado (24), com atendimentos gratuitos e estandes no estacionamento da Prefeitura, das 8h às 11h, no Dia D.Para a realização das atividades propostas, a Semana conta com emenda parlamentar do vereador Luciano Almeida, organização do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) e da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU).

 

Secom SEDUC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *