Prefeito Joaquim Neto quer o Podemos na base e Iraci Gama pode deixar comando da SECET

0
Joaquim Neto

O grupo político liderado pelo prefeito Joaquim Neto tenta acomodar o partido Podemos na base do Governo com vistas, logicamente, à provável candidatura à reeleição que se avizinha. A dança das cadeiras que isso acarreta já está sendo chamada de mini-reforma administrativa, apresentando várias nuances importantes. Ao mesmo tempo, tenta-se resolver de vez a questão sobre a permanência ou não de Iraci Gama na Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo(SECET), mesmo sendo a atual vice-prefeita. Os acertos para ter a adesão do Podemos também envolveriam as Secretarias de Infraestrutura(Secin) e a de Serviços Publicos(Sesep), segundo informações da bancada do Programa Primeira Mão.

O interesse no Podemos, liderado em Alagoinhas por Filadelfo Neto, se dá pela tradição política deste e pela força da sigla no municipio que possui quatro vereadores, hoje na oposição e com grande poder de fogo no legislativo. Os vereadores Caio Ramos, líder da oposição, Anderson Baqueiro, Darlan Lucena e João Henrique Paolilo passariam para a base do governo, mudando bastante o cenário político atual. No entanto, segundo informações do comentarista politico do Primeira Mão, Caio Pimenta, parcela do partido não estaria concordando com a integração ao governo Joaquim, preferindo seguir ao lado do ex-prefeito Paulo Cezar ou de outro candidato considerado ‘conservador‘ como Roberto Torres. Eles alegam que pesquisas mostram um índice de rejeição relevante do prefeito Joaquim Neto no contexto da futura eleição. Essa contrariedade, inclusive, já haveria sido manifestada ao presidente do Podemos no estado, o deputado federal Bacelar.

O impasse está criado, mas isso ainda não é tudo. Para ocupar a vaga de Iraci Gama, cogita-se o nome de Alcino Rocha, ligado ao PC do B. O partido de esquerda iria então compor a base de um grupo tradicionalmente de direita, o que seria inusitado, significando um “revés histórico” para este campo da ideológico no município. Outra equação a ser feita é relativa ao vínculo a ser mantido com Jorge da Farinha, que ocuparia a secretaria de Relações Institucionais, deslocando Manoel Cardoso para a secretaria de Planejamento, pasta que havia sido fundida com a Secretaria de Fazenda. Ficaria no lugar de Jorge, Gilson do SAAE, suplente de vereador e ex-líder do governo Paulo Cezar na Câmara. O episódio em que Iraci Gama foi vaiada por populares nas comemorações do 7 de Setembro acendeu o sinal de alerta quanto a sua saída da secretaria que ocupa, ventilada já há certo tempo.

Veja a discussão da bancada Primeira Mão sobre o assunto:

Em contato com o site News Infoco, o prefeito Joaquim Neto negou qualquer intenção de mudar o comando da SECET ‘Iraci Gama só sai da SECET se ela quiser.’, afirmou Joaquim. Ele ainda elogiou a condução da secretaria por Iraci Gama e disse que ela é uma peça fundamental  tanto para o governo quanto a politica de valorização da cultura da cidade.

Por Paulo Dias para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *