Janaina Paschoal diz que ‘o apoio ao governo está diminuindo’

0

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), uma das responsáveis pelo impeachment da ex-presidente Dilma Roussef (PT), avaliou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e disse ver o apoio ao governo diminuindo. A jurista chegou a ser cotada, antes das eleições, como vice em uma possível chama com o capitão reformado do Exército.

Para Janaina, Bolsonaro tem exagerado na agenda de costumes e precisa que alguém “bote um freio nele”. Ela defende que o presidente também deveria abandonar algumas agendas como a do combate à corrupção e deixar que os filhos interfiram menos nas questões do governo.

Na avaliação da deputada paulista, o grande erro do capitão reformado desde que assumiu tem sido insistir na candidatura do filho 03, o deputado Eduardo Bolsonaro, para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos. A indicação não pode ocorrer do ponto de vista jurídico, segundo ela.

“Eu entendo que fere a lei da probidade administrativa. É o princípio da probidade a impessoalidade. E é flagrante que ele está indicando o filho por ser filho”, explica a autora de outro pedido de impeachment: agora contra o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

E acrescentou: ” Ele é o presidente, e não os filhos. Ele tem que deixar isso muito claro. Às vezes, a culpa é das pessoas que interpretam qualquer frase de um filho como sendo do presidente”. As informações são do Correio Braziliense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *