Canonização: Gastos de comitiva baiana com diárias para o Vaticano ultrapassam R$ 90 mil

0

É grande o número de autoridades baianas que irá ao Vaticano prestigiar a canonização de Irmã Dulce no próximo domingo (13), em cerimônia celebrada pelo Papa Francisco. Até agora são confirmados 18 nomes entre prefeito e senadores, que somente com diárias registradas já ultrapassa a casa dos R$ 90 mil [R$ 91.620,79] de gastos que serão bancados pelos cofres públicos, que tende a se elevar, levando em conta dados ainda não repassados.

Na conta do Município, que engloba o prefeito ACM Neto (DEM), o vice Bruno Reis (DEM), o chefe de gabinete do gestor, Kaio Moraes, e o presidente da Câmara de Salvador, vereador Geraldo Júnior (SD), esse montante leva quase toda fatia do bolo: R$ 53.598,19 – isso porque o edil Joceval Rodrigues, que já desembarcou em Roma, teria ido a convite da Arquidiocese de Salvador.

No grupo liderado pelo prefeito se encontra também o deputado federal João Roma (PRB), que assegura, no entanto, que está bancando todas as suas despesas do próprio bolso pela “fé”. O custo não computa passagens aéreas, que, se não forem em voos fretados, inevitavelmente, ocorrem em classes especiais. Neto, sabe-se que, após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) cancelar sua ida para não contrariar os evangélicos, foi na comitiva oficial da Presidência. Mais os que representarão o governo brasileiro na cerimônia: Elmar Nascimento, líder do DEM, José Rocha, líder do PL, Adolfo Viana (PSDB), Arthur Maia (DEM), Leur Lomanto Júnior (DEM) e Paulo Azi (DEM). Nas viagens internacionais, o valor da diária é de US$ 391,00 para países da América do Sul e de US$ 428,00 para outros países. Com ida prevista hoje e volta no início da próxima semana, a despesa estimada é de R$ 1.759,00 em média/dia, que pode somar R$ 8.795.40. A Secretaria de Imprensa da Presidência da República, nem da Câmara informou o quanto será gasto com a viagem.

No âmbito estadual, depois que o governador Rui Costa (PT) anunciou oficialmente que não irá para o continente europeu homenagear a Santa Dulce, a primeira do Brasil,  para acompanhar o encerramento da greve dos policiais militares, os valores não estão mais acessíveis no Portal Transparência.

Dos aliados do seu governo, confirmaram presença no ato de fé os senadores Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD) e, conforme informação publicada pelo site Vortex Media, por meio de Lei de Acesso à Informação, cada um deles poderá receber US$ 416 por dia, o equivalente a R$ 1.716,00, conforme cotação do dólar nesta quinta (10). E como a viagem acontecerá entre 11 e 14, um total de R$ 6.864 para cada.

Coronel nega, no entanto, que tenha solicitado reembolso de passagens e diárias para o Senado, apesar de ser direito do senador. Wagner e Coronel irão pegar carona nos voos da Força Aérea Brasileira (FAB) ao lado de José Serra (PSDB-SP), Roberto Rocha (PSDB-MA), Weverton Rocha (PDT-MA) e Elmano Férrer (PTB-PI). Ainda, entre os representantes do governo na missão estão os deputados federais: Daniel Almeida líder do PCdoB, Eduardo da Fonte (PP) e Nelson Pellegrino (PT). Na lista encontra-se ainda o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Nelson Leal (PP), porém no portal da Alba os gastos não estão registrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *