Rui Costa é chamado a atuar em municípios cuja base do governo está dividida; Alagoinhas está no radar

0
O governador Rui Costa (PT)

Em férias, o governador Rui Costa recebeu um grupo deputados Federais, preocupados com os 30 maiores municípios baianos em que a base governista possa estar eventualmente dividida para disputa eleitoral de 2020, segundo matéria lida no programa Primeira Mão, nesta quarta-feira,06. O texto deixa explícito objetivo da visita, de que não se repita o cenário de Alagoinhas em 2016, quando a oposição conquistou o executivo municipal, com a vitória de Joaquim Neto do DEM em detrimento de Sônia Fontes(PSB) e Joseíldo Ramos(PT). Mas isso também se deu em 2008, com o racha que levou às candidaturas de Elionaldo Faro(PT) e de Pedro Marcelino(PC do B). A questão ainda envolve a decisão entre um candidato próprio ou de um partido aliado de ocasião, que pode até ir para o palanque da oposição em 2022.

A base do governo em Alagoinhas conta com pelo menos quatro pré-candidatos, Luciano Sérgio(PT), Joaquim Neto(o prefeito, lógico, pelo PSD), Tonho Rato(PDT) e Paulo Cezar(PRP).  O âncora do programa, Haroldo Azi, deixou uma pergunta no ar, se o governador vai intervir a ponto de determinar que só um destes seja o candidato. O comentarista Caio Pimenta considerou que a preferência do governador, neste caso, seria pela candidatura de Joaquim Neto, por ter, de acordo com a cultura política vigente, direito à sua reeleição. Paulo Ott evidenciou o fato de Alagoinhas ser tomada como referência, um exemplo, talvez, de como não se negociar com aliados e perder eleições. É difícil conceber uma campanha sem a presença de um candidato do PT, até mesmo porque ainda é uma das principais legendas do país, tem o governo do Estado e um grupo significativo de deputados. Isso só seria possível em um contexto de iminente, fragorosa e irreversível derrota percebida no radar.

Veja o debate sobre o assunto no programa Primeira Mão:

Por Paulo Dias para o News Infoco

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *