Isidório busca ajuda para se capacitar a prefeito de Salvador e diz que “só Deus” o faria desistir de pré-candidatura

0

O presidente estadual do Avante, deputado federal Pastor Sargento Isidório, disse que “só Deus” o faria desistir da candidatura a prefeito de Salvador. “Quem me pediu pra entrar não vai me pedir pra sair. Se ele [Rui] me pediu pra entrar é porque viu alguma coisa. Quem não conheceu meu trabalho social, só meu teatro, pensa uma coisa de mim, mas quem me conhece de perto sabe que eu tenho um diferença. Um questão de gestão, da coisa pública, de fazer mais com menos, de escutar as pessoas”, pontuou.

Ao ser questionado pelo Política Livre se poderia desistir da disputa em prol da pré-candidatura do presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, se realmente concretizasse no grupo do governador Rui Costa (PT), ele ponderou que é fiel ao grupo político. No entanto, ele ressaltou que sua pré-candidatura já ganhou força na direção nacional do Avante. “Todavia, à candidatura nossa por conta do nosso governador já ganhou força do presidente nacional. Então, o partido já direcionou para Salvador o encontro justamente pra legitimar, hoje não depende mais de mim, hoje é Deus”.

Segundo o parlamentar, sua pré-candidatura já tem um coordenador que é o senador Otto Alencar, presidente do PSD na Bahia. No entanto, ele disse que Otto está conversando ainda com seu partido para fechar apoio ao seu nome para prefeito de Salvador, mas já passou de namoro para noivado.

“Toda semana tenho que estar estudando uma apostila, porque ele [Otto] já exigiu isso. (…) Estamos num noivado grande. João Leão, nosso vice-governador, no lançamento de minha pré-candidatura já deu o tom lá que acredita em mim para exercer o cargo. (…) Eu acho que o senador Otto não estaria perdendo tempo na política, então a partir do momento que a gente tem reunião toda semana”, pontuou o pré-candidato, ressaltando que por exigência do senador está frequentando uma escola para se capacitar para prefeitura e tem ajuda de Ivan Barbosa, ex-secretário municipal de Transportes na gestão de Imbassahy (PSDB).

Isidório também comentou sobre um possível acordo entre o Avante e o Podemos, que lançou neste fim de semana a pré-candidatura a prefeito de Salvador de seu presidente estadual, o deputado federal Bacelar. Nos bastidores, corre a notícia que o Podemos teria condicionado o apoio de outro filho de Isidório (Tancredo Isidório, diretor da Fundação Doutor Jesus) sair candidato a vereador pelo Podemos para puxar uma bancada ao invés do Avante. “Se tiver alguma coisa nesse sentido eu não estou sabendo, a política é de bastidores. Sou homem muito transparente, costumo dizer o que faço, mas não existe nenhuma tratativa, questão proporcional é uma e majoritária é outra”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *