Sobre disputa em Salvador, Rui minimiza defesa do PT por candidatura e afirma que prioridade é ganhar a eleição com um candidato da base

0

Em meio aos rumores de filiação do presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani ao PT com vistas na disputa pela prefeitura de Salvador em 2020, o governador Rui Costa (PT), disse não poder falar em nome do partido, mas defendeu que, preferencialmente na capital, se trabalhe por um novo nome, pois sua prioridade é ganhar a eleição com um candidato da base. Bellintani é cotado ainda para ingressar no PSB da senadora da Lídice da Mata e no PSD do senador Otto Alencar.

“Não posso falar em nome do partido. A mim cabe a condução política da base e não apenas do meu partido e meu foco não é exclusivo por Salvador, mas todas as cidades são prioritárias e darei atenção igualitária, com conceito de ganhar a eleição com um candidato da base”, afirmou categoricamente, reforçando que: “Preferencialmente em Salvador temos que trabalhar por um nome novo”.

Ele disse ainda não trabalhar com a expectativa de o petista Nelson Pelegrino, empossado ontem secretário de Desenvolvimento e Urbanismo, sair antes do final do mandato para ser candidato. “Isso não é impeditivo, mas a escolha por seu nome se deu para que me ajude a entregar grandes obras até o final do meu mandato.

Com Pelegrino, o PT soma nove nomes à disposição: os deputados federais Nelson Pelegrino, Walmir Assunção e Jorge Solla, os vereadores Moisés Rocha e Suíca,a socióloga Vilma Reis, o deputado estadual Robinson Almeida e o sociólogo Juca Ferreira.

Já em sua base, quatro candidaturas já foram lançadas de forma oficial: a do deputado federal Sargento Isidório pela Avante que ganha cada vez mais força, o do também deputado federal Bacelar pelo Podemos e dos deputados estaduais Olívia Santana pelo PCdoB e Niltinho pelo PP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *