Cetep de Alagoinhas matriculará mais de 3 mil estudantes em cursos profissionalizantes

0

Iniciada no dia 20 deste mês, a matrícula dos cursos do Centro Territorial de Educação Profissional do Litoral Norte e Agreste Baiano – Cetep – está preenchendo as últimas vagas até o dia 3 de fevereiro, informou o diretor da unidade estadual de ensino, Sidnei Silva por meio do programa Primeira Mão, nesta terça-feira, 28. Cerca de 1.100 alunos já foram matriculados no turno matutino, com suas vagas quase que totalmente preenchidas. Restam algumas vagas para o turno vespertino e para o noturno. Serão matriculados mais de 3 mil alunos. O Cetep de Alagoinhas é o maior da Bahia e oferece vagas do ensino médio com cursos diurnos de análises clínicas, edificações, informática, meio ambiente, nutrição e dietética. No noturno, são inseridos administração, logística e segurança do trabalho, destinados aos alunos do EJA – Educação de Jovens e Adultos. Esse ano haverá cursos para adultos de segurança do trabalho e análise clínica também a tarde.

O ensino técnico se torna mais atrativo para os jovens, pois tem um caráter prático, não só abstrato, e possibilita o ingresso mais cedo ao mercado de trabalho, contribuindo com o sustento de famílias mais vulneráveis socialmente. Os cursos do centro de ensino foram definidos por pesquisas no Dieese, embora não se diferencie do que era ofertado pelo Centro Integrado Luís Navarro de Brito(estadual) há 40 anos. A novidade está na inclusão de análises clínicas, nutrição e, logicamente, de informática. Existe convênio para estágio com mais de 300 empresas.

O nível de empregabilidade pode ser questionável, pois muitos dos formandos procuram buscar a graduação superior em áreas afins, o que levanta a velha discussão sobre os cursos técnicos. Uma vantagem do Cetep é que formam turmas com 35 estudantes, enquanto que, no restante do sistema de ensino, se ultrapassa o limite de 50 vagas. Outro ponto questionável refere-se à forma de ingresso, não havendo nenhum modo de seleção, em conformidade com a filosofia dos governos de esquerda que são contra o corte por mérito. Do jeito que está, entra quem chegar primeiro. Os documentos exigidos para a matrícula são: cópia do CPF, RG e comprovante de conclusão do ensino fundamental, comprovante de residência e duas fotos 3×4.

Veja a entrevista completa do diretor do CETEP concedida ao programa Primeira Mão:

 

 

Por Paulo Dias para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *