Thor de Ninha assume liderança da oposição com a promessa de investigar a fundo obras da CAF em Alagoinhas

0
Na foto o vereador de Alagoinhas Thor de Ninha(PT) discursa na Câmara de Vereadores

Os trabalhos na Câmara de Vereadores, que recomeçaram ontem, 04, contou com novidades na bancada de oposição. Com sete membros, eles contam com um novo líder, Thor de Ninha do PT. Ele esteve no programa Primeira Mão, nesta terça-feira,04, junto com seu antecessor, Caio Ramos e o ativo oposicionista Luciano Almeida, para falar das expectativas para o novo ano e das realizações, até então, do grupo contrário ao governo municipal no legislativo. Além deles, completam a bancada oposicionista os vereadores Anderson Baqueiro, Luciano Sérgio, João Henrique Paolilo e Darlan Lucena.

Na entrevista não faltaram críticas para o Governo Municipal. Para os oposicionistas, o governo de Joaquim Neto não necessita de dinheiro, mas de gestão. O novo líder disse que o prefeito planeja e executa mal os projetos e controla mal a qualidade das intervenções públicas. Por isso é o político com maior desgaste e com elevado índice de rejeição da história recente da cidade.

A principal meta do grupo para esse ano é solicitar uma missão do Banco Interamericano de Desenvolvimento – CAF – na cidade para dar conta das obras do empréstimo contraído pela Prefeitura de Alagoinhas, já que o executivo não fornece os dados solicitados pelo legislativo. Existe uma cortina de silêncio e de desinformação, com a prefeitura misturando realizações do empréstimo com outras de recursos próprios, querendo se passar a impressão de que o atual governo faz mais com os mesmos recursos que seus antecessores, passando uma falsa ilusão de eficiência.

Sob o comando de Caio Ramos, a bancada de oposição fez graves denúncias ao Ministério Público que estranhamente não as acolheu. Apenas uma, a relacionada a cessão do Bob’s na praça Rui Barbosa foi acatada e segue sob investigação, ou seja, algo de irregular pode ter ocorrido em benefício da empresa privada, em detrimento do contribuinte. Outra ação acatada pelo MP diz respeito às irregularidades no concurso público, negadas pela gestão, mas finalmente identificadas pelo órgão do judiciário.

No entanto, o Ministério Público Municipal não encontrou má gestão de recursos no pagamento indevido à empresa terceirizada pela Secretaria de Saúde, nem com relação aos critérios adotados pela Zona Azul, que prejudicam o interesse público. No final do ano os opositores fizeram um bolo comemorativo da promessa prefeito de implantar o hospital maternidade. Misteriosamente, dias depois Otto Alencar emplacou uma emenda parlamentar, salvando a pele de Joaquim. O Hospital do Câncer foi prometido para março desse ano, mas ainda não saiu do papel.

Agora com Thor de Ninha no comando, o grupo está de olho na UPA de Santa Terezinha que o prefeito prometeu inaugurar no final do ano passado e até agora nada. Quanto mais tempo fechada melhor para a Prefeitura que não precisa se preocupar com o seu custeio. Pior para a população, que continua desassistida. O vereador Luciano Almeida disse que o governo quer operacionalizar a unidade como se fosse um mero posto médico.

Quando o assunto passou a ser moralidade pública, os entrevistados revelaram contradições, inclusive apontadas por vários ouvintes. Um ouvinte pediu a opinião dos vereadores e do âncora do programa, Caio Pimenta, sobre as chances do pré-candidato a prefeito Paulo Cezar ser condenado na Justiça no seu suposto envolvimento com o esquema fraudulento nos contratos do transporte escolar. Na condução do programa, Caio Pimenta afirmou que, de acordo com as sentenças já proferidas, condenando alguns implicados, Paulo Cezar tem grandes chances de ser culpabilizado pela corrupção em seu governo. Luciano  Almeida e Caio Ramos, seguidor fiel de PC, acham que se terá de esperar a decisão da justiça para se afirmar se o ex-prefeito é ou não corrupto. Luciano Almeida, preside o DEM local, que negocia uma aliança com PC para as próximas eleições. Já o novo líder da oposição, Thor de Ninha, acha que PC é culpado, mas considera ao mesmo tempo Lula inocente, prova disso são, para ele, as mensagens roubadas publicadas pelo Intercept, cujo jornalista gringo está sendo acusado de colaborar com a quadrilha que fez os grampos. Detalhe, os grampos não provam nada, apenas que pessoas que se conhecem conversam sobre trabalho, como em todo lugar do mundo. O PT está perdido quando o assunto é Lava Jato, tentam criar uma realidade paralela à realidade do senso comum e do bom senso.

Acompanhe a entrevista da bancada de oposição no programa Primeira Mão:

Por Paulo Dias para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *