Chefe de Gabinete da prefeitura de Aramari, Geocondo Gerbásio, encontra-se preso acusado de participação no assassinato de policial militar

0

Geocondo Gerbásio Teixeira Filho, chefe de Gabinete da Prefeitura de Aramari, encontra-se preso preventivamente por haver fortes indícios de seu envolvimento no assassinato do policial militar Victor Reis em 2018 na cidade de Entre Rios. Existem informações de que o PM foi alvejado, inclusive, com arma de grosso calibre, quando estava de passagem pelo município. O militar morto, por sua vez, era irmão de Vinicius Reis, condenado pela morte de uma vendedora da Mersan, crime que na época abalou a cidade. Geocondo já tem antecedentes criminais. Ele foi autuado por porte ilegal de armas em Araças ano passado.

O município de Aramari ainda tem seu próprio prefeito, Fidel Dantas, sob investigação por contratação sem concurso de funcionários. Geocondo pode estar envolvido ou ter promovido a morte do jovem. O que causa estranheza é justamente o decreto de prisão preventiva que é feito para se evitar que o indivíduo interfira no rumo das investigações ou ofereça risco à sociedade, afinal trata-se de um chefe de gabinete muito próximo do prefeito Fidel Dantas.

A polícia não deu detalhes se o funcionário, com status de secretário, e com salário de quase R$ 4 mil, tinha motivação para cometer o referido assassinato. Prender alguém nessa circunstância sem uma investigação prévia é muito difícil, seria até irresponsável, imagina-se que a polícia encontrou evidências que o ligam à cena do crime. De qualquer maneira só resta aguardar o desenrolar do caso.

Por Paulo Dias para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *