Prefeito Joaquim Neto diz que decretará medidas mais duras à supermercados, bancos e lotéricas que descumprirem determinações sanitárias de combate ao coronavírus

0
prefeito Joaquim Neto

O prefeito Joaquim Neto afirmou agora a pouco, em entrevista concedida ao Programa Primeira Mão, que vai intensificar a fiscalização aos embelecimentos enquadrados como serviços essenciais e que tem autorização para funcionar, mesmo no período de fechamento do comércio. Supermercados, farmácias, casas lotéricas, bancos e igrejas são exemplos de atividades reconhecidas pelo município como serviços essenciais.

A prefeitura tem recebido diversas denúncias de focos de aglomerações, formação de filas, falta de EPI para funcionários e descumprimento das determinações de higiene, exigidas em decreto, para o funcionamento destas atividades. O prefeito afirmou que no dia de hoje (06) estará publicando um decreto com medidas duras para quem descumprir as regras, que vai desde de aplicação de multa, até a cassação de alvará de funcionamento.

O gestor aproveitou a oportunidade para reiterar a importância do fechamento do comércio e do isolamento das pessoas nesse momento. Ele disse ter recebido informações da SESAB que indicam que o pico de casos de coronavírus em Alagoinhas deverá ocorrer a partir desta quarta-feira(08).

Joaquim Neto, que é medico, fez um apelo às pessoas, principalmente aos idosos, que evitem sair e se precisar, por força de alguma emergência, que evite o contato com outras pessoas, além de recomendar o uso de máscaras.

O prefeito disse ainda que, a priori, o fechamento do comércio vai até o dia 15 de abril, mas caso a situação melhore, pode decidir pela abertura antes do prazo estabelecido. Para isso, afirmou que estará fazendo um acompanhamento diário, em conjunto com técnicos da prefeitura, para avaliar o momento.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *