Secretário Municipal de Governo defende toque de recolher em Alagoinhas, mas não descarta possibilidade de lockdown no município

0

Em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira(25) ao radialista Caio Pimenta, durante o programa Primeira Mão, o secretário municipal de Governo, Gustavo Carmo(Avante), defendeu o toque de recolher instituído pelo prefeito Joaquim Neto no município. Com fim inicialmente previsto para ontem(24), o toque de recolher foi prorrogado até o dia 01 de junho. Até lá continua valendo as restrições ao funcionamento do comércio e o toque de recolher entre 20h e 5h.

Apesar de polêmica, Gustavo defendeu a medida. Ele disse que a intenção do governo é passar a mensagem para população de que à noite eles devem permanecer em casa, isolados e não em festas, casas de vizinhos ou bares. De acordo com Carmo, as pessoas tem respeitado as ordens da força tarefa formada por órgãos da prefeitura e também a policia militar. Nenhuma detenção por desrespeito à operação foi registrada até agora. Porém, alguns estabelecimentos, em vários pontos da cidade, já foram autuados por estarem funcionando após o inicio do toque de recolher.

Questionado sobre o aumento do número de infectados, mesmo com a decretação do toque de recolher, Carmo disse que a situação preocupa o governo, em especial o prefeito Joaquim Neto, que é médico. Por isso, o governo tem estudado, em último caso, a decretar o lockdown na cidade.

Para que isso não seja necessário, o secretário voltou a pedir apoio da população para que permaneçam em casa, no isolamento, e que, caso precise ir à rua, use máscara.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *