Não estamos mais em um regime democrático, vivemos em uma ditadura de toga – Por Paulo Dias

0

Uma operação da Polícia Federal, que parte de um inquérito arbitrário, ilegal e inconstitucional, invadiu a casa de 29 apoiadores do presidente Bolsonaro. Uma invasão imposta pelo Ministro Alexandre de Moraes, com o respaldo do ministro Dias Toffoli, ex-advogado do PT. Os alvos da ação são acusados de produzir “fake news”. Uma escancarada afronta à liberdade de expressão e uma tentativa de censurar(calar) a internet.

Alexandre de Moraes ainda mandou prender anteriormente dois cidadãos que protestavam em um pequeno grupo em frente ao seu edifício. Alexandre e Celso de Melo, outro ministro do STF, vêm tolhendo as prerrogativas constitucionais da presidência da república, suspendendo, monocraticamente, os atos legítimos do presidente Bolsonaro, ao mesmo tempo que emitem mandados constrangedores para ministros se explicarem perante a corte, bem como deputados que têm foro privilegiado. FHC, Lula, Moro, Dória, o Centrão, junto com a famigerada Globo, com seu jornalismo, no mínimo duvidoso, e demais tvs e grandes jornais do país, aparelhando um golpe de estado. O coronavírus ajuda na primeira etapa do plano, mas não tanto na segunda, leia e verá porquê.

O Congresso Nacional também faz a sua parte com intimação a ministros para explicação de forma abusiva, com a abertura de processos de cassação de deputados conservadores e com a CPMI da fake news, um verdadeiro circo para perseguir bolsonaristas/conservadores, censurar a internet e tentar provar que existe um fantasioso “gabinete do ódio”. Valem-se de mecanismos de investigação com base em meras suposições, algo nunca visto em nossa vida pública. A Constituição é rasgada e o ordenamento jurídico manipulado ao bel-prazer de uma de uma egrégora frustrada com a derrota nas urnas. No fim, criminalizam os conservadores, porque eles se opõem à agenda globalista e censuram a internet, um dos pilares dessa nova ordem, que reúne regimes autoritários, como a China, e megacapitalistas mundiais.

Na realidade, o que está em jogo? Respondo: APLICAR UM GOLPE NO PRESIDENTE BOLSONARO, censurar a internet e colocar as grandes mídias como produtoras absolutas de notícias, fazendo com que elas voltem a ser as donas da verdade (como foi por quase meio século no Brasil). Essa posição de dona da verdade foi questionada e derrubada pela internet, isso significa perda de prestígio e de milhões. Tanto que a grande mídia aplaudiu de pé os atos autoritários e ilegais do STF, bem como figuras como Sérgio Moro, que, na realidade, parece ser mais um tucano enrustido, mas de brilhante plumagem. Essa grande mídia, que sempre esteve aliada a corruptos que saquearam a nação há décadas, os mesmos que tentam agora derrubar Bolsonaro por meio desse golpe. Uma turma colocada na lixeira da história nas últimas eleições.

QUAL É A ESTRATÉGIA? Com apoio da mídia(GLOBO, FOLHA DE SÃO PAULO, ETC), os partidos corruptos(PT, PSDB, CENTRÃO), fazem com que o STF invada a todo tempo as prerrogativas constitucionais do presidente da república, de maneira a provocar o Bolsonaro a lançar mão do artigo 142, que significa INTERVENÇÃO MILITAR. Com isso, a grande imprensa vai chamar a população a reagir ao “golpe Bolsonarista”, quando na verdade eles, antes, já deram o GOLPE DA TOGA, via intervenção do STF, como já dito, com ingerências constantes nas atribuições constitucionais do presidente da república. O golpe já está sendo dado com a usurpação da presidência, do executivo, pelo STF, insuflado e orientado pelos partidos políticos corruptos(PT,PSDB e CENTRÃO). Contudo se Bolsonaro tentar desmontar esse “GOLPE BRANCO” pelo artigo 142, os golpista dirão que foi Bolsonaro quem implantou a ditadura, quando na verdade já vivemos uma ditadura de TOGA de fato. ACUSE-OS DO QUE FAZEMOS, CHAME-OS DO QUE SOMOS, a clássica estratégia leninista/comunista.

Em resumo e reforçando, o golpe já foi dado pelos TOGADOS, não vivemos mais em uma democracia. Contudo, se for usado o artigo 142, esses corruptos que agem por trás do STF se farão de vítimas com o apoio das televisões todas do país, dizendo a toda hora que Bolsonaro deu um golpe e está implantando uma ditadura. Claro que a população desinformada vai acreditar e irá para as ruas. Restará a Bolsonaro renunciar e se exilar ou colocar o exército para reprimir o povo, que foram para as ruas como inocentes úteis. E os corruptos do PSDB, PT e CENTRÃO juntos como sempre, com a GRANDE MÍDIA, ficarão de fora dando risada e vendo o circo pegar fogo, afinal a esbórnia da farra com o dinheiro público, com o nosso dinheiro, voltará com sua fachada de “democracia”. Tudo isso com o patrocínio da CHINA, essa sim um brutal ditadura, pois no fim é disso que se trata, vender o país à CHINA. Bolsonaro é um empecilho a ser removido do caminho e o povo, é claro, que graças a internet vem entendendo de política e tomando gosto de participar dela. Tudo isso ocorrerá com a FAKENEWS algo que ninguém consegue definir com precisão, é total nonsense. O problema é fazer tudo isso com a pandemia do CORONAVÍRUS.

Paulo Dias é jornalista, graduado pela UFBA, especializado em Pedagogia e mestre em Cultura e Literatura pela UNEB. Tem passagens por vários jornais e assessorias de comunicação em Alagoinhas e Salvador. Atualmente escreve para o site News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *