Para Juscélio Carmo, Novo Hospital Maternidade de Alagoinhas e Hospital do Câncer no Barreiro são ”devaneios” do prefeito

0
Juscélio Carmo

Na manhã de hoje(23), o empresário e radialista Juscélio Carmo, que é pré-candidato a prefeitura de Alagoinhas pelo PDT, criticou o prefeito Joaquim Neto(PSD) pelas declarações acerca do Novo Hospital Maternidade de Alagoinhas e do Hospital de Câncer, durante uma intervenção no programa Primeira Mão, da rádio web 2 de Julho.

Ontem(22), o prefeito Joaquim Neto concedeu uma entrevista ao mesmo programa onde afirmou que os recursos para a construção do Novo Hospital Maternidade de Alagoinhas, que ficará localizado nas proximidades da rodoviária, já se encontram na CAIXA e que a prefeitura só está esperando a liberação do montante, cerca de R$ 10 milhões proveniente de uma emenda do senador Otto Alencar. Ele também anunciou a utilização do prédio onde seria construída a UPA do Barreiro, segundo o gestor abandonado pela ex-prefeito Paulo Cezar, para a instalação do Hospital de Câncer. De acordo com Joaquim, a prefeitura acerta alguns detalhes com a Santa Casa de Misericórdia e a faculdade Estácio para iniciar as obras no local.

Juscélio classificou como ”devaneio” a fala do prefeito. Ele criticou o local escolhido para instalação do Hospital Maternidade, que para Juscélio é pequeno e não dá ”sequer para construir um laboratório”. Ele afirmou que um terreno ao lado da Coca Cola, nas proximidades do Cachorro Magro, seria o local mais apropriado para receber a obra.

Sobre a utilização do prédio da UPA do Barreiro para instalação do Hospital de Câncer, Juscélio disse que não depende do prefeito, mas sim do Ministério da Saúde e da Câmara de Vereadores, que hoje tem sua composição majoritária de opositores do Governo. Ou seja, segundo Juscélio, sem o aval do Ministério Saúde e da Câmara Municipal, a prefeitura não poderá ceder o prédio para que a Santa Casa de Misericórdia possa iniciar as obras de construção do Hospital de Câncer.

Ele classificou como devaneio a fala do prefeito Joaquim Neto e questionou o fato do gestor querer anunciar obras a 5 meses da eleição. ‘Só a licitação para construção do Hospital durará 90 dias”, alertou Juscélio.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *