Após repercussão, Consórcio do Nordeste suspende negociação com a Rússia por vacina

0

Diante da repercussão negativa provocada na mídia e nas redes sociais, o Consórcio do Nordeste desistiu das negociações para a aquisição da vacina russa, anunciada nesta semana, contra o coronavírus.

A informação foi dada pela assessoria de comunicação do Estado do Rio Grande do Norte. De acordo com a nota, o Consórcio do Nordeste “achou mais adequado suspender para melhor avaliação” a elaboração de um protocolo para a aquisição da vacina anunciada pela Rússia.

Isso porque a comunidade científica internacional questiona a eficácia da vacina, que teria passado por somente dois testes iniciais, enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda três etapas.

Na última quarta-feira, a própria Embaixada da Rússia no Brasil confirmou a negociação para um acordo sobre a vacina recém-registrada contra a covid-19 com o Governo da Bahia.

Segundo a Embaixada, no dia 30 de julho, o chanceler russo, Sergey Akopov, participou de uma videoconferência com o governador baiano e presidente do Consórcio do Nordeste, Rui Costa, e o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas. As partes trataram sobre uma parceria entre as instituições de pesquisa baianas e os centros científicos russos nos testes e produção da vacina.

Dias antes, o governador Rui Costa falou sobre o assunto: “Nós não temos convicção aqui das datas, mas formalizamos isso na sexta-feira através de uma correspondência na Embaixada Russa, demonstrando todo o nosso interesse”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *