José Gomes diz ter evitado a nomeação de funcionário fantasma no SAAE quando foi diretor da autarquia

0

O caso do funcionário fantasma descoberto no SAAE na gestão do ex-prefeito Paulo Cezar, fato relembrado pelo candidato do PSTU à prefeitura de Alagoinhas, Ednaldo Sacramento, no último debate eleitoral causou grande repercussão na cidade. Na ocasião, Ednaldo citou que na época em que Paulo Cezar era prefeito, um funcionário, que ele apelidou de “funcionário campeão”, foi nomeado para um cargo na autarquia municipal, sem nunca ter aparecido no órgão para bater ponto. Um exemplo claro de funcionário fantasma, aquele que embora esteja na folha de pagamento, não trabalha.

A gestão do ex-prefeito Paulo Cezar, que hoje candidato à prefeito de Alagoinhas, chegou a ser alvo de uma CPI instalada pela Câmara de Vereadores para investigar indícios de irregularidades no SAAE.

Na última quinta-feira(22), o programa Primeira Mão, da rádio web 2 de Julho, também repercutiu a fala de Ednaldo. Na ocasião, José Gomes, comentarista do programa, revelou que quando administrou o SAAE, ele próprio impediu que uma funcionária fantasma fosse nomeada.

José Gomes foi o primeiro gestor do SAAE nomeado pelo prefeito Joaquim Neto em 2017. Segundo Gomes, poucos meses após assumir a autarquia, uma mulher chamada Rita de Cássia, o teria procurado para ser nomeada para um cargo na autarquia. Porém, um detalhe, embora Rita fosse receber seu salário como funcionária do SAAE, ela não trabalharia lá, mas sim no SAMU. Gomes afirmou ter se negado a assinar a nomeação da mulher e disse não ter dúvidas de que este foi um dos motivos por ter sido exonerado.

Veja o momento em que o programa Primeira Mão trata do assunto:

Por Caio Pimenta para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *