Contra o fechamento do comércio varejista no fim de semana, Força empresarial de Alagoinhas emite nota de repúdio

0

A Força Empresarial de Alagoinhas, grupo composto por três entidades(CDL, ACIA e Sicomércio), emitiu na tarde de hoje(18) uma nota pública repudiando o decreto municipal que estabeleceu o fechamento do comércio varejista na cidade durante o fim de semana.

Segundo as entidades, ao decretar o fechamento dos estabelecimentos comerciais aos sábados, o governo sacrifica ainda mais os pequenos comerciantes e autônomos que já se encontram em situação precária. Eles também afirmam que a medida restritiva foi tomada de forma autoritária, sem a participação dos setores diretamente afetados.

‘O tempo já mostrou que o trabalho não é causa de doença, os picos de contaminação do virus estão diretamente ligados aos eventos festivos e eventos políticos, a exemplo das eleições. Não é necessário ser especialista em saúde publica para chegar a essa conclusão, basta saber interpretar um simples gráfico.’, diz a nota.

Ainda no texto, a Força Empresarial pergunta aonde estão os estudos que comprovam que o funcionamento regular dos estabelecimentos comerciais colabora para o aumento no número de internamentos hospitalares oriundos do COVID 19. ‘Percebemos prefeitos e governadores se aproveitando da situação e usando o jargão “estamos salvando vidas” de forma leviana e oportunista, criando o problema para vender a solução, retirando direitos para depois soltarem as migalhas para a população, retirando o seu direito ao trabalho para te dar uma cesta básica, mantendo assim o povo refém de políticas publicas assistencialistas e demagógicas.’, afirma a Força Empresarial.

Os empresários dizem que precisam manter as suas empresas, as famílias que delas dependem e que a população, como o todo, precisa de medidas efetivas no combate ao vírus. ‘Precisamos de vacina e de trabalho, chega de medidas atabalhoadas e sem efeito prático e eficácia comprovada.’

Ouça o audio divulgado pela Força Empresarial ao qual o News Infoco teve acesso:

Por Caio Pimenta para o News Infoco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *