Para a volta ao trabalho, Guedes quer vacinação dos mais pobres em até 4 meses

0

O ministro Paulo Guedes (Economia) defendeu nesta 2ª feira (22.mar.2021) a aceleração da vacinação em massa para que os mais pobres possam voltar ao trabalho de forma segura. Segundo ele, o Brasil deve evitar a “crueldade do dilema” de “ficar em casa” ou “perder a vida” para a covid-19.

“Mesmo com a cobertura [do auxílio emergencial] que vamos estender, mais do que nunca, nós temos que evitar a crueldade do dilema que é: ou fica em casa com dificuldades para manutenção da sua sobrevivência pessoal ou vamos sair e arriscar perder a vida pela covid”, declarou o ministro.

Guedes afirma que o governo tem a obrigação de vacinar os mais pobres nos próximos 3 ou 4 meses. “Essa é nossa obrigação e vamos fazer de tudo para cumpri-la”, afirmou.

“Mesmo a gente fornecendo esse auxílio emergencial, são as famílias mais frágeis –têm às vezes 8, 9 e 10 pessoas em habitações que às vezes têm só um cômodo– que querem trabalhar. Eles precisam, pedem para trabalhar”, afirmou o ministro, em discurso alinhado ao do presidente Jair Bolsonaro, em live do Ministério da Economia realizada para a divulgação dos dados da arrecadação federal.

“Há uma assimetria de informação. Na classe média e alta existe muito essa percepção de que distanciamento social é mais tolerável, tem todas as condições econômicas –inclusive de manutenção. Nas classes mais baixas já é o contrário, é um desejo desesperado pelo trabalho.”

Guedes voltou a defender a vacinação um dia após ex-ministros da Economia, ex-presidentes do Banco Central, economistas e empresários divulgarem uma carta pedindo medidas mais eficazes de combate à pandemia no Brasil.

A carta diz que o governo “subutiliza ou utiliza mal os recursos” por “ignorar ou negligenciar” os efeitos da pandemia. Cita o encolhimento do PIB e o desemprego, e o atraso da vacinação em massa que retarda a saída da crise.

Poder360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *