‘De prejuízo, já basta as linhas que temos’, diz ATP ao negar oferta da prefeitura para assumir as linhas da Viação Cidade das Águas

1

A empresa ATP deu sua resposta final à prefeitura de Alagoinhas e não vai aceitar assumir as linhas operadas atualmente pela Viação Cidade das Águas. Esse é o segundo revés do governo Joaquim Neto, desde que o prefeito anunciou que decretaria a caducidade do contrato com a Viação Cidade das águas na última semana.

Primeiro a prefeitura procurou empresas de fora do sistema do transporte público da cidade e não encontrou nenhuma interessada. Depois iniciou conversas com a ATP para que ea assumisse as linhas. Desde o inicio, a ATP impôs condições para acitar a oferta, como mudanças na lei de gratuidade pra idosos e a volta da compra do vale-transporte dos servidores por parte da prefeitura. Sem avanço, a ATP decidiu por não operar nas linhas.

‘De prejuízo, já basta as linhas que temos’, declarou um dos administradores da ATP ao site News Infoco.

A ATP sempre denunciou o déficit no sistema. Só no último ano, os administradores da empresa afirmam que foi necessário um aporte financeiro estimado em R$ 2 milhões para que a empresa continuasse operando. ‘A diferença nossa para o Raimundo Stélio(proprietário da Viação Cidade das Águas) é que nós tivemos capacidade de colocar dinheiro para abastecer o fluxo de caixa da empresa. Mas não sei quanto tempo mais iremos suportar’, afirmou o representante da ATP.

A Viação Cidade das Águas passa por grave dificuldades financeiras que envolve o atraso de 3 meses de salário aos funcionários, além do atraso no pagamento do ticket alimentação e FGTS. Os funcionários estão em greve há mais de 1 mês.

Numa última tentativa de continuar no sisitema, a empresa sinalizou com o pagamento dos salários atrasados dos funcionários, mas até agora nada foi concretizado.

A ATP critica o não cumprimento do edital por parte da prefeitura. Eles alegam que o edital prometia um sistema com 600 mil passageiros/mês e hoje esse número não chega a metade. Com isso, as duas empresas, ATP e Viação Cidade das Águas, passam por dificuldades para fechar suas contas. A ATP, inclusive, move uma ação na Justiça contra a prefeitura.

Por Caio Pimenta para o News Infoco

Uma resposta para “‘De prejuízo, já basta as linhas que temos’, diz ATP ao negar oferta da prefeitura para assumir as linhas da Viação Cidade das Águas”

  1. Bom dia,
    Se as empresas tivessem ônibus em condições e cumprissem horários, tenho certeza que não estariam passando por estas dificuldades, pois não iríamos deixar de andar de ônibus, a pagar mototaxi, e tenho certeza que o gestor não está louco em mexer com o funcionalismo público, no vale transporte, pois não somos culpado da mal gestão deles, obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *