“A tragédia foi apropriada de forma politiqueira e mesquinha”, dispara Rui sobre morte de PM

0

O governador Rui Costa (PT) fez um comentário polêmico, na manhã desta terça-feira (6), sobre a morte do policial militar Wesley Soares, no dia 28 de março, após ser executado em um surto psicótico.

Ao falar sobre o caso, Rui disse que a morte de Wesley foi transformada em “politicagem mesquinha” por alguns grupos. Nos dias seguintes da morte do PM, o governador e o comandante-geral da Polícia Militar na Bahia, Paulo Coutinho, foram alvo de críticas e até mesmo de protestos pedindo a renúncia de ambos.

“Como se as tropas do Brasil inteiro não quisessem salvar vidas humanas, que não quisessem conter as aglomerações. Infelizmente a tragédia ela foi apropriada de forma politiqueira, mesquinha, dentro de um contexto de discurso de ódio e aparelhamento ideológico do estado brasileiro”, disse Rui, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Relembre o caso

No dia 28 de março, o Wesley Soares, de 38 anos, foi morto no Farol da Barra em uma ação do Bope, que tentava convencer o policial militar a se render. Wesley se encontrava em estado de surto e efetuando disparso de fuzil para cima. Em determinado momento, o PM fez um dos disparos e direção aos policiais, e foi vítima de vários tiros das tropas. Rui, que foi duramente criticado nas redes sociais pela forma trágica que o caso foi encerrado, se manifestou quase 24 horas depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *