Com a chegada das eleições, a “esquizofrenia política” se apodera da Câmara de Vereadores de Alagoinhas – Por Caio Pimenta

0
94
foto: reprodução/instagram

Amigo leitor, fico aqui a me perguntar até onde vai o repertório de absurdos protagonizados por essa legislatura da Câmara de Vereadores que desgraçadamente se abateu sobre Alagoinhas desde as eleições de 2020.

Nós que sofremos com a edição de um código tributário pernicioso, que vimos a forma vergonhosa como agiram diante da concessão do terreno para instalação da empresa Dore, onde pediram vistas a um projeto de apenas 2 páginas! Que vimos uma Câmara reeleger o presidente Cleto da Banana meses após ele ser eleito pelo primeiro mandato! Nós que vimos uma nota de repúdio ser redigida atacando a membros do comércio local, responsáveis por mais da metade da geração de empregos formais e do PIB de nosso município, onde inclusive alguns destes são alvo ainda de ações na Justiça protocolados pelos edis. Agora acompanhamos a total desordem politico-ideológica se apoderar daquela Casa. Quero me referir a este fato classificando-o como “esquizofrenia politica”. Sim, a esquizofrenia politica se apoderou da Câmara Municipal de Alagoinhas.

Veja o que é: integrantes da base do prefeito Joaquim Neto(PSD), que é aliado do governador Rui Costa(PT), se juntarem a parte da oposição para apoiar o candidato opositor, ACM Neto, e ainda o deputado federal, desafeto público do gestor, Paulo Azi, a quem Joaquim Neto se referiu como um “contêiner”. Dá pra entender?! Esquizofrenia pura, pra não caracterizarmos de outra coisa.

Porém, este mesmo mal não afeta apenas vereadores governistas, também atinge a integrantes da oposição. A oposição que joga sob a figura do prefeito qualidades negativas que se fossem proferidas por nós, reles mortais sem imunidade parlamentar, contra eles seria passível de responsabilização por crime contra a honra, vai dividir o palanque com o atual gestor ao pedir votos ao governador do estado. Não é raro vermos momentos de fraternidade e afagabilidade entre integrantes da oposição e integrantes do Governo, principalmente em eventos convocados pelo Jerônimo Rodrigues. É ou não é um caso clássico de desconfiguração da realidade, ou melhor dizendo, “esquizofrenia politica”?!

Quem é base? Quem é oposição? Hã? Quem se atreve a responder?

Atenção psiquiatras e psicólogos de Alagoinhas, a Câmara de Vereadores precisa de vocês. Quem sabe, só esta classe, sabedora de muitos dos segredos da mente humana, possa nos explicar o que acontece com nossos edis.

Escrito por Caio Pimenta, advogado, âncora do programa Primeira Mão, da radio Ouro Negro 100,5 FM. Ele também escreve sua coluna no site News Infoco, do qual é editor- chefe e dirige a radio web 2 de julho.